Cirurgia bucomaxilofacial

A importância de ter uma dentição perfeita e bem alinhada vai muito além da autoestima. Os dentes exercem papel importante na digestão, já que é durante a mastigação que o alimento é triturado e transformado em pedaços menores, que são facilmente consumidos pelo organismo.
Contudo, algumas anomalias congênitas, acidentes ou até mesmo doenças (como tumores), por exemplo, podem tornar esse processo muito mais difícil. Quando se tem uma má-formação no maxilar ou dentes tortos ou até mesmo com lesões tão graves que colocam a saúde da pessoa em risco a mastigação se torna um verdadeiro tormento.

Quando realizar uma cirurgia bucomaxilofacial?
Por se tratar de procedimento cirúrgico (podendo ser mais ou menos invasivo), a decisão de realizar uma cirurgia deste tipo é definida apenas pelo cirurgião dentista, profissional com especialização no cuidado dos dentes, maxilar e gengivas.
Contudo, esse tipo de procedimento é muito utilizado em casos onde ocorrem lesões na mandíbula que impedem ou dificultam a movimentação da área. Dentes muito inflamados ou que estão prejudicando o desenvolvimento correto dos demais também podem ser removidos através deste procedimento.
Além disso, pacientes diagnosticados com tumores na região bucal, do pescoço ou até mesmo no maxilar também são operados por cirurgiões dentista com especialização neste tipo de procedimento.

Quais sintomas devem ligar o alerta para a hora de realizar uma cirurgia bucomaxilofacial?
Quando anomalias faciais tornam o mastigar, o sorrir e até mesmo realizar tarefas simples, e os tratamentos convencionais não surtem efeito, chega o momento de realizar uma cirurgia bucomaxilofacial.
A necessidade desse procedimento, no entanto, deve ser atestada por um cirurgião dentista, sobretudo em casos de tumores. Aqui, o médico atuará em parceria com um oncologista, que antes do procedimento terá mapeado toda a evolução da doença, para determinar se existe ou não a viabilidade da cirurgia.
Outros sintomas que ligam o alerta para a necessidade desse procedimento estão as dores na face que não respondem ao uso de medicações ou, ainda, os casos mais severos de apneia do sono.
Considerada por algumas pessoas como um incômodo, a apneia do sono é uma doença séria e que, se não tratada adequadamente pode até mesmo levar à morte, pois interrompe a capacidade de respiração durante o sono. Entre os episódios, a pessoa fica sem respirar por alguns segundos.

O que realmente leva uma pessoa a cogitar a realização de uma cirurgia bucomaxilofacial?
Fazer uma cirurgia, por menos invasiva que seja, deixa qualquer pessoa preocupada. Afinal, o risco de que algo dê errado existe até mesmo nos procedimentos mais simples.
Mas, quando as dores se tornam insuportáveis, a apneia do sono é tão intensa que dormir uma noite inteira é praticamente impossível ou, ainda, a malformação óssea impede a mastigação correta, é hora de vencer esses tabus e buscar um cirurgião dentista para realizar esse procedimento.
Quando realizada por um profissional gabaritado para tal, a cirurgia bucomaxilofacial costuma não ter complicações, e sua cicatrização ocorre normalmente. O paciente, inclusive, pode retomar sua vida normal em pouco tempo, desde que tomados os cuidados recomendados pelo médico.

Consultas e exames com preços sob medida para sua saúde. Precisa agendar agora?

COMO CHEGAR

SEDE
STN Bloco O Ed. Life Center
Salas 136 a 145
Asa Norte - DF
61 3340-1400
FILIAL
STN Bloco M Ed. Vital Brazil
Sala 360
Asa Norte - DF
61 3349-0331
WHATSAPP